Pelo terceiro ano consecutivo, Mogi das Cruzes fará parte da Jornada do Patrimônio, um evento promovido pela Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, que tem por objetivo valorizar bens históricos preservados em municípios paulistas. As atividades na cidade acontecerão nos dias 19 e 20 de outubro e, para alguns, é requerida inscrição prévia. Os interessados, portanto, já podem se inscrever.

Serão, ao todo, 13 atividades no sábado e domingo, todas com entrada gratuita. É preciso se inscrever antecipadamente para um passeio a pé pelo Centro Histórico da cidade, que acontecerá no sábado pela manhã, uma palestra sobre as pinturas da Igreja do Carmo, também no sábado e, no domingo, para um city tour com destino ao Casarão do Chá e uma outra palestra, sobre as pinturas do artista plástico José Benedito da Cruz.

A programação como um todo vai percorrer nove espaços, que fazem parte do patrimônio histórico, cultural e arquitetônico do município. São eles: Casarão do Carmo, Casarão do Chá, Pinacoteca, Museu dos Expedicionários, Centro Cultural de Mogi das Cruzes, Igrejas do Carmo, Estúdio Municipal de Áudio e Música (EMAM), casarão neoclássico da rua Coronel Souza Franco e praça Coronel Almeida, onde está o obelisco que simboliza o marco zero da cidade.

Durante o passeio a pé pelo Centro Histórico do sábado de manhã, serão visitados o Casarão do Carmo, Pinacoteca, Museu dos Expedicionários, Centro Cultural e Igrejas do Carmo. Também no sábado, será possível participar de uma oficina de fotografia lambe-lambe, das 10h às 13h e visitar a exposição de arte sacra da Igreja do Carmo. Nessa última, o visitante poderá ainda apreciar esculturas assinadas pelo artista plástico Maurício Chaer, que estão expostas nos jardins da Igreja.

Das 15h às 22h, os adeptos dos jogos de RPG poderão participar de rodadas inspiradas em momentos e personagens históricos de Mogi das Cruzes, que será no Centro Cultural e contará com narradores e equipe especializada.

Já às 16h, no casarão neoclássico da rua Coronel Souza Franco, onde em breve será inaugurado o Museu Virtual da Educação (Muve), acontecerá o lançamento do livro “O Casarão da Coronel e Suas Histórias”, assinado pela jornalista e escritora Vanice Assaz, que estará disponível para uma tarde de autógrafos.

No domingo pela manhã haverá city tour, com visitação ao Casarão do Chá. Além de um ícone arquitetônico da cidade, o espaço recebe até o dia 24 de novembro (somente aos domingos) a exposição retrospectiva do ceramista Akinori Nakatani, que é financiada pelo ProAC ICMS.

Também no domingo, das 9h às 12h, acontecerá o Mogilínguas Tour, um outro passeio a pé pelo Centro Histórico da cidade, em que serão visitados o Casarão do Carmo, Pinacoteca, Museu dos Expedicionários e Centro Cultural, com o diferencial de que toda a apresentação dos espaços será feita pelo guia de turismo em inglês.

Outra opção é o passeio de bicicleta pelo Centro Histórico, que acontecerá das 9h às 13h e com um coordenador de grupo especializado em ciclismo.

Também no domingo, serão repetidas a oficina de fotografia lambe-lambe e a visitação à exposição de arte sacra da Igreja do Carmo.

Sobre a Jornada do Patrimônio

A Jornada do Patrimônio Cultural SP tem como intuito sensibilizar o público para a valorização dos patrimônios culturais dos municípios do Estado, por meio de visitas monitoradas, debates, atividades e ações gratuitas voltadas às tradições locais. Ela foi inspirado em uma iniciativa que nasceu na França e, a partir de 1999, passou a integrar o calendário de eventos de toda a Comunidade Europeia.

A programação da Jornada abrange não apenas o patrimônio material, mas também o imaterial. O evento é uma realização do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA), em parceria com as prefeituras.

Fonte: PMMC

Author: Visite Mogi